Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Transeunte Maldito

Transeunte Maldito

DESPEDIDA


transeuntemaldito

31.12.20

Em festa despedindo do ano velho e abraçando o novo!
Transeunte Maldito
 
Em geral, festas e entretenimentos brilhantes e ruidosos trazem sempre no seu interior um vazio ou, melhor dizendo, uma dissonância falsa, mesmo porque contradizem de modo flagrante a miséria e a pobreza da nossa existência, e o contraste realça a verdade.
Schopenhauer

MENTIRAS DAQUELA MANHÃ


transeuntemaldito

27.12.20

Aquela manhã decorreu bela 
Atravessou a cidade à procura dela 
Não encontrou nada e não soube de nada 
Imaginem uma cidade sem ninguém 
Dizem-lhe sempre que está a sonhar 
Que tem que colocar os pés neste Mundo 
Mas ele recusa este quadro 
Este retrato não é o fundo dos sonhos 
Nem os sonhos de quem sonha 
Solidão afugentada de medos 
Noite fugidia aos trambolhões 
Lágrimas que vertem dos seus olhos 
Fingimentos ilusão das ilusões 
Anseios desesperos toldados 
Fantasias criadas com aguilhões 
Sentimentos nunca encontrados 
Num mundo virtual de milhões 
Ele é algo daqueles que existem, mas não sofrem 
Não amam, destroem, destroem, destroem!
 
"Transeunte Maldito, Mentiras Daquela Manhã"

DÍVIDAS E DUVIDAS


transeuntemaldito

21.12.20

Com tanta dívida já estou na dúvida, vendo ou dou dúvidas e dividas baratas e boas!
Transeunte Maldito
 
Infeliz daquele que toma sobre os ombros o compromisso de uma dívida cuja grandeza não pode avaliar com a tábua de cálculo de sua própria argúcia. Mais avisado é o que muito pondera e pouco promete!
Júlio César de Mello e Souza

CELEBRAÇÕES


transeuntemaldito

20.12.20

Copulai sua santidade 
Que ele vos mandará toda a paz 
Existente no mundo 
Mandai o postal de boas festas 
E a fome acabará para sempre 
Fazei jornadas de bem-fazer 
E acabará o deficiente 
Celebrai meus irmãos 
Celebrai toda a vossa felicidade 
Em frente de um televisor 
Mandai rezar a missa de todos 
Os anos, a do corpo, senhor! 
A mesa bem-posta com peru 
Com nozes, passas! 
Mas não passeis fome dentro de ti 
De todos os tis! 
Arrebentai essas barrigas de miséria! 
Adorai essas crianças esfomeadas 
Olhando para as janelas 
Dai-lhes uma esmola e um pontapé 
No segundo degrau! 
Celebrai meus irmãos 
E aqueles que não poderem 
Por causa da região 
Pagai a bula meus irmãos 
E sustentareis a mesa de quem a recebe 
Celebrações vos desejo com todo o “amor” 
Que não existe, “irmãos”!
 
"Transeunte Maldito, Celebrações"

ESTÁ PRÓXIMO!


transeuntemaldito

19.12.20


Ainda um pouco distante mas tão próximo da hipócrita realidade!

Transeunte Maldito

 

A essência do costume (de dar presentes de Natal) é que agora eu tenho que sair e adquirir um presente de valor equivalente que representa o mesmo nível de amizade representado pelo presente que você me deu. Não é de estranhar que as taxas de suicídio aumentam nessa época do ano.

Sheldon Cooper

CICATRIZES


transeuntemaldito

18.12.20

A vida sempre nos deixa cicatrizes, umas curam-se outras não!
Transeunte Maldito
 
Há coisas que melhor se dizem calando. As feridas do coração, como as do corpo, deixam cicatrizes. Nossos corpos são nossos jardins, cujos jardineiros são nossas vontades.
Machado de Assis

ESCANZELADO


transeuntemaldito

13.12.20

Passa a folha 
Passa a escolha 
Passa a inconfundível recolha do lixo 
Pelas seis da manhã... 
Creio! 
Passa a dormir 
Passa a sentir 
Passa o corpo porque quem vê 
É quem não tem talismã... 
Creio! 
Faça primeiro 
Faça sempre porque de segundos vive o ano 
Inteiro 
Faça assim como lhe digo porque frito ou cozido 
Nunca é melhor que assado... 
Creio! 
Creio em um só Mundo por destruir 
Creio enfim que está tudo para vir... 
Talvez um dia vejamos o mar a dançar 
Com a Lua 
A Lua a dançar com o Sol 
O Sol a dançar com o Universo 
E em verso digo e persisto que as estrelas 
São as melhores criaturas 
Que já conheci!
Creio!
 
Transeunte Maldito, Escanzelado"

OLÁ, COMO ESTÁS?


transeuntemaldito

12.12.20


Hoje os processos de comunicação são muitos, mas uma má noticia, depressa chega ao destinatário mesmo sem eles!

Transeunte Maldito

 

Eu sempre desejei que meu computador fosse tão fácil de se usar quanto meu telefone. Meu desejo se tornou realidade porque eu já não sei mais como usar meu telefone actual.

Bjarne Stroustrup

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D